Nova Iguaçu Online
Notícias de Nova Iguaçu todo dia

Sede da PGM é reinaugurada e ganha biblioteca

Procuradores, funcionários e estagiários da Procuradoria Geral de Nova Iguaçu (PGM) ganharam um novo espaço para estudos e leitura. Nesta semana, foi inaugurada a Biblioteca Myrthes Gomes de Campos. Com mais de 750 livros voltados para a área do Direito já cadastrados e disponíveis, a biblioteca funciona no quarto andar da sede da PGM, na Rua Dr. Athaíde Pimenta de Moraes, 335, Centro, e funciona das 9h às 17h. A abertura do espaço aconteceu na noite de quarta-feira (27), durante a reinauguração do prédio que recebeu o nome de Edifício Procurador Geral Odilardo Alves.

A biblioteca será administrada pelo Centro de Estudos Jurídicos da PGM, o Cejur, e foi batizada com o nome primeira advogada do Brasil. “Myrthes desmistificou a ideia de que a advocacia era privilégio dos homens. Ela foi incansável na defesa dos direitos civis da mulher e também abraçou a luta pela emancipação feminina. Foi uma mulher muito à frente do seu tempo”, exalta o procurador-geral de Nova Iguaçu, Rafael Alves de Oliveira, justificando a escolha do nome do novo espaço de leitura.

Segundo o procurador-geral, o objetivo da biblioteca é proporcionar aos procuradores e funcionários em geral material de leitura e pesquisa de qualidade. Todo o acervo está disponível também para os 85 estagiários. “Esta biblioteca foi pensada especialmente para aqueles que ainda estão em formação. É fundamental que eles utilizem este espaço para o crescimento como pessoas e profissionais que um dia serão”.

A noite de quarta também marcou a reinauguração da sede da PGM, batizada como Edifício Procurador Geral Odilardo Alves, em homenagem ao ex-procurador-geral do município e avô do atual ocupante do cargo. Odilardo comandou a PGM na década de 1970, no Governo Rui Queiroz, e morreu em maio de 2017, aos 85 anos.

“Meu avô trabalhou com muito empenho e honestidade na defesa de Nova Iguaçu. Foi um sujeito muito correto e que não passou despercebido na vida. A placa é uma homenagem, é uma honra que esta procuradoria carregue seu nome. Nós nos tornamos eternos mesmo quando deixamos um legado verdadeiro, e ele deixou”, disse o neto de Odilardo Alves.

A cerimônia teve a participação dos procuradores e funcionários da PGM, da família do procurador-geral Rafael Alves de Oliveira e do prefeito Rogerio Lisboa.

Inscreva-se em nossa Newsletter
Cadastre e receba notícias direto para seu email
Você pode se desinscrever a qualquer momento
você pode gostar também
Comentários
Loading...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Nós garantimos que está tudo certo com isso, mas você pode não desejar isso. Aceitar Saiba Mais