Nova Iguaçu Online
Notícias de Nova Iguaçu todo dia

Casa de Acolhida para a Terceira Idade é reinaugurada em Nova Iguaçu

Receba as matérias da sua cidade em primeira mão no seu smartphone ou tablet. WhatsApp CLIQUE AQUI ou Telegram CLIQUE AQUI

“Eu vivia sozinha, numa situação muito difícil. Aqui, fui recebida com muito carinho e amor. Me sinto em casa, pois estou muito bem amparada e protegida. Não falta nada para mim”. As palavras de agradecimento são de Maria Marcelina Alves Bispo, 77 anos, uma das moradoras da Casa de Acolhida para a Terceira Idade (CATI) Dourados Laranjais, da Prefeitura de Nova Iguaçu. Nesta sexta-feira (29), o espaço localizado no bairro Caioaba, na Rua Sá Rego, foi reinaugurado após passar por reforma e ampliação.

A CATI, antes das obras, tinha dois quartos com capacidade para atender 10 idosos, mas estava acomodando 15. A casa, agora, conta com seis dormitórios, sendo três masculinos e três femininos, para 30 vagas permanentes e outras três de pernoite, quando o idoso fica apenas por um tempo determinado por estar em situação emergencial, sem residir no espaço. Há ainda quatro banheiros, uma dispensa para armazenar alimentos, sala de estar, refeitório e Academia da Terceira Idade.

“A expectativa de vida do brasileiro está crescendo, em alguns anos teremos mais idosos do que jovens. Por isso, é fundamental desenvolvermos políticas públicas voltadas para a terceira idade”, disse o prefeito Rogerio Lisboa durante a cerimônia de reinauguração do CATI. “Esta casa está muito mais moderna, humanizada e totalmente adaptada, pensando no conforto dos nossos idosos. A gente percebe o quanto este equipamento faz diferença na vida deles.

A secretária municipal de Assistência Social, Elaine Medeiros, explicou que os idosos acolhidos pela CATI têm uma rotina organizada de forma a mantê-los ativos. Eles recebem diariamente cinco refeições, participam de atividades, fazem passeios pelo bairro e contam com atendimento médico sempre que necessário.

“A CATI acolhe idosos em situação de vulnerabilidade social, abandono, vítimas de violência e que estejam sobre medida protetiva. Estamos dando dignidade a eles. Com esta reforma e a ampliação do espaço, poderemos atender mais pessoas”, comemora Elaine.

Fundada em dezembro de 2015, a CATI recebe idosos encaminhados pelo Ministério Público ou diretamente por equipamentos da Secretaria Municipal de Assistência Social (SEMAS), como o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) e o Centro de Referência Especial para Pessoa em Situação de Rua (Centro Pop).

Inscreva-se em nossa Newsletter
Cadastre e receba notícias direto para seu email
Você pode se desinscrever a qualquer momento
você pode gostar também
Comentários
Loading...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Nós garantimos que está tudo certo com isso, mas você pode não desejar isso. Aceitar Saiba Mais