Nova Iguaçu Online
Notícias de Nova Iguaçu todo dia

Feira Iguassú recebe 8 mil visitantes em sua terceira edição

Receba as matérias da sua cidade em primeira mão no seu smartphone ou tablet. WhatsApp CLIQUE AQUI ou Telegram CLIQUE AQUI

Há pouco mais de dois meses, a Avenida Getúlio Vargas, no Centro de Nova Iguaçu, transformou-se no berço de um evento que caiu no gosto da população. A Feira Iguassú teve sua terceira edição neste domingo (15), e recebeu aproximadamente oito mil pessoas, que aproveitaram para fazer compras de Natal e curtir música e apresentações. Foram inúmeras opções de gastronomia, agricultura, artesanato, arte, moda e cultura.

Feira Iguassú já é um evento referência na Baixada Fluminense. Foi planejada pela Prefeitura – por meio das Secretarias Municipais de Cultura, Meio Ambiente, Agricultura, Desenvolvimento Econômico e Turismo, de Assuntos Estratégicos, Ciências da Tecnologia e Inovação, e a Fundação Educacional e Cultural de Nova Iguaçu (Fenig) -, nos moldes da Feira de Lavradio, no Centro do Rio. O objetivo do evento é reunir empreendedores, fortalecer o comércio local e oferecer uma opção de lazer e entretenimento à população.

“A Feira Iguassú é um evento que veio para ficar. Ela mexe com a autoestima do iguaçuano, desenvolve a economia e coloca Nova Iguaçu no patamar de grandes capitais. Isso é bacana, pois a cidade acaba sendo valorizada e tratada pela importância que tem”, destaca o secretário de cultura, Marcus Monteiro. “Nova Iguaçu é uma grande cidade, com milhões de habitantes, que tem essa centralidade não só na Baixada, mas em toda região metropolitana”.

Uma das barracas chama a atenção é a de bonecas inclusivas. A expositora Sônia da Silva, de 55 anos, conta que decidiu dar vida a este projeto para mostrar às pessoas que a inclusão é sim, uma solução. “Eu trabalho a inclusão e as diferenças. Vejo isso como uma maneira diferente e acolhedora para as pessoas. Participei, na semana passada, de um evento e saí de lá ainda mais motivada, com muitas ideias. Que 2020 me segure, pois venho com tudo!” garante a artesã, diante de sua coleção com bonecas de todas as cores e jeito que se pode imaginar: bonecas com vitiligo, negras, albinas, cadeirantes, transplantadas, com prótese e Síndrome de Down.

Ao lado de Sônia, a aposentada Regina Helena, de 61 anos, aproveitou a feira para garantir a compra de jogos terapêuticos. Ela elogiou o trabalho da artesã. “O que ela faz é importantíssimo, pois poucas pessoas conhecem essa parte da inclusão. Então a evolução neste tipo de cuidado, com trabalhos como esses, são fundamentais para que entendamos que todos somos iguais”, ressalta Regina.

Renda extra é sempre bem-vinda, principalmente neste fim de ano. Por esta razão mais de 90 expositores aproveitaram a Feira Iguassú para ter um complemento no orçamento. Como no caso de Rosângela Ribeiro, de 48 anos. Ela trabalha com lembrancinhas artesanais e participa pela segunda vez da feira. “É um dinheiro que a ajuda bastante. Muito bom poder apresentar o meu trabalho e receber por isso. Sem dúvida, eu vou trabalhar na feira em todas as edições”, comemora ela.

O professor Paulo Gustavo, de 37 anos, aproveitou as várias opções de gastronomia oferecidas na feira. “Esse evento é maravilhoso e sem igual. Eu procuro vir sempre, e quando tem, nem faço comida em casa. Trago a família para termos um programinha diferente”, disse ele ao lado da filha e da esposa.

A Feira Iguassú acontece nos segundos sábados de cada mês. Em função das chuvas da última semana, precisou ser transferida para este domingo. Em janeiro, a feira vai fazer uma pausa e retorna no dia 8 de fevereiro.

 

Inscreva-se em nossa Newsletter
Cadastre e receba notícias direto para seu email
Você pode se desinscrever a qualquer momento
você pode gostar também
Comentários
Loading...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Nós garantimos que está tudo certo com isso, mas você pode não desejar isso. Aceitar Saiba Mais