Nova Iguaçu Online
Notícias de Nova Iguaçu todo dia

Moradores de Nova Iguaçu poderão ser compensados com bilhetes gratuitos da SuperVia

Receba as matérias da sua cidade em primeira mão no seu smartphone ou tablet. WhatsApp CLIQUE AQUI ou Telegram CLIQUE AQUI

Passageiros que foram prejudicados em novembro pela retirada de circulação de 40 trens da SuperVia que apresentaram defeitos de fabricação serão compensados com a emissão de 130.435 bilhetes gratuitos da concessionária. A decisão é resultado de um Termo de Compromisso assinado nesta segunda-feira entre a Defensoria Pública do Rio de Janeiro, a SuperVia e a Agência Reguladora de Serviços Públicos Concedidos de Transportes Aquaviários, Ferroviários, Metroviários e de Rodovias (Agetransp).

Cada pessoa terá direito a utilizar apenas dois bilhetes gratuitos que serão distribuídos em até 45 dias exclusivamente nos ramais de Japeri, Deodoro, Santa Cruz e Saracuruna. As estações onde os passageiros poderão fazer a retirada das passagens ainda serão definidas pela SuperVia.

O número de bilhetes que serão distribuídos corresponde à divisão do valor da indenização coletiva de R$ 600 mil definida pela Defensoria pelo preço da passagem de trem que, atualmente, é de R$ 4,60.

– Em respeito a seus passageiros a SuperVia decidiu assumir o compromisso de distribuição dos bilhetes, mesmo que a responsabilidade pelo problema nesses 4O trens, que são novos, seja da empresa CRRC, que forneceu os trens ao governo do estado do Rio – disse o presidente da SuperVia, Antônio Carlos Sanches.

Leia também: Retirada de 40 trens chineses afeta cerca de 420 mil passageiros da Supervia

O Termo de Compromisso também determinou um cronograma para que as composições voltem a circular normalmente. Já que os trens suspensos estavam com um problema nas caixas de tração fornecidas pela empresa alemã Voith ao fabricante chinês CRRC, todos os trens operados pela SuperVia devem voltar a circular com caixas novas e temporárias a partir do dia 17 de janeiro. A partir do dia 22 de setembro, todos os 70 trens fornecidos pelo consórcio CRRC devem voltar a operar com caixas novas e definitivas.

Durante o período em que for realizada a troca das caixas de engrenagem provisórias para as definitivas — de 20 de abril a 22 de setembro de 2020 — não pode haver retirada de mais de quatro trens de circulação, simultaneamente, para o mesmo fim.

Inscreva-se em nossa Newsletter
Cadastre e receba notícias direto para seu email
Você pode se desinscrever a qualquer momento
você pode gostar também
Comentários
Loading...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Nós garantimos que está tudo certo com isso, mas você pode não desejar isso. Aceitar Saiba Mais