Nova Iguaçu Online
Notícias de Nova Iguaçu todo dia

Passageiros de Nova Iguaçu irão viajar de graça nos trens

Receba as matérias da sua cidade em primeira mão no seu smartphone ou tablet. WhatsApp CLIQUE AQUI ou Telegram CLIQUE AQUI

A Defensoria Pública do Rio (DPRJ) informou que a Supervia – concessionária de trens do estado – vai distribuir nesta terça-feira (7) mais de 130 mil bilhetes a passageiros prejudicados com a retirada de circulação de 40 trens chineses, em novembro de 2019.

A medida está prevista em acordo assinado pela Defensoria com a concessionária e começará às 6h na Estação Ferroviária de Nilópolis, localizada entre as ruas Bernardino de Melo e Mal. Floriano Peixoto, no Centro.

Na época, a Supervia informou que os trens precisaram ser retirados de circulação devido a falhas detectadas nas caixas de tração, fabricadas pela empresa alemã Voith.

Segundo a DPRJ, “a medida corresponde ao pagamento de indenização social e coletiva de R$ 600 mil, por danos morais, em razão dos problemas enfrentados na ocasião por usuários”. O valor estabelecido no documento foi revertido em passagens no acordo entre a Supervia e a Defensoria.

O documento foi também assinado por membros do Poder Legislativo fluminense, pela Secretaria estadual de Transportes e pela Agetransp – a agência reguladora do setor de transportes.

Está prevista a distribuição de, no máximo, dois bilhetes por pessoa e, conforme definido pela Supervia.

Segundo informou a Supervia, os bilhetes em papel moeda deverão ser trocados por bilhetes eletrônicos nas bilheterias e utilizados até o dia 31 de janeiro, em todo o sistema ferroviário.

O acordo firmado com a Defensoria e outros órgãos também reforça o compromisso da Supervia em reparar as composições com problemas conforme cronograma definido no documento.

Composições devem voltar a circular no dia 17

Segundo o Termo de Compromisso, todos os trens operados pela SuperVia devem voltar a circular com caixas de engrenagem, novas e temporárias, a partir do dia 17 de janeiro.

E, a partir de 22 de setembro de 2020, os 70 trens do consórcio chinês CRRC devem voltar a operar com caixas de engrenagem novas e definitivas.

Em novembro, a Supervia tirou de circulação 40 trens da empresa chinesa por problemas técnicos, mas segundo a DPRJ há outros 70 trens da mesma empresa em que é necessária a troca da caixa de engrenagem.

O termo de compromisso estabelece ainda que, durante o período em que for realizada a troca da caixa de engrenagem provisória para a definitiva – de 20 de abril a 22 de setembro de 2020 –, não pode haver retirada de mais de quatro trens de circulação, simultaneamente, para o mesmo fim.

E outros trens só podem sair de circulação para o reparo com o retorno da unidade anterior.

Inscreva-se em nossa Newsletter
Cadastre e receba notícias direto para seu email
Você pode se desinscrever a qualquer momento
você pode gostar também
Comentários
Loading...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Nós garantimos que está tudo certo com isso, mas você pode não desejar isso. Aceitar Saiba Mais