Nova Iguaçu Online
Notícias de Nova Iguaçu todo dia

Programa “Ginástica nos Bairros” leva atividades físicas para iguaçuanos

Receba as matérias da sua cidade em primeira mão no seu smartphone ou tablet. WhatsApp CLIQUE AQUI ou Telegram CLIQUE AQUI

Assídua frequentadora do programa Ginástica nos Bairros, Rosane Dutra de Almeida, de 60 anos, moradora de Austin, em Nova Iguaçu, superou a depressão graças ao programa. “Depois que conheci o Ginástica nos Bairros, minha vida vem se transformando. Eu estava em depressão, tentei o suicídio duas vezes e hoje me sinto outra pessoa, cheia de energia para viver”. O Ginástica nos Bairros, é um programa, que tem como objetivo combater o sedentarismo e levar atividades físicas à população da cidade.

Rosane entrou em depressão quando a filha e os netos precisaram deixar a cidade e ir para o Rio Grande do Sul, após ameaças de morte ao seu genro. A história dela é uma entre as milhares que levaram tantos iguaçuanos a buscarem no Ginástica nos Bairros uma motivação para dar a volta por cima e voltar a sorrir.

Atualmente, o programa conta com 25 profissionais de Educação Física, que atuam em mais de 50 núcleos espalhados por toda a cidade. Segundo Maria Assunção Silva e Silva, coordenadora do Ginástica nos Bairros, outros 30 núcleos estão em uma lista de espera e devem ser implantados em breve. “Nossa meta é chegar a cem núcleos e atender cerca de 6 mil pessoas no fim de 2020. Para isso, iremos contratar mais professores”.

Foto: Divulgação

Quem já faz parte do programa é Narjara Carla Alves de Miranda Santana, conhecida pelos alunos como Tia Naná. Ela é a professora responsável pelo núcleo de Austin. “Aqui temos pessoas com diferentes perfis. Desde as que não conseguiam realizar movimentos simples como, por exemplo, levantar um copo acima da cabeça, até pessoas que vinham de quadro de depressão e baixa autoestima”, conta Tia Naná. “O projeto muda não só a vida destas pessoas, mas também a minha. Aqui, o profissional da Educação Física se sente valorizado a cada abraço e gesto de carinho destas meninas”.

A diarista Alessandra de Sousa Bento Bandeira, de 42 anos, conta que os quilinhos a mais somados à perda de trabalho fizeram com que ela tivesse problemas de autoestima. Mas há três meses, ela descobriu o projeto e, desde então, recuperou a alegria, encontrou novo trabalho e deu fôlego ao casamento de 28 anos.

“Eu não usava biquíni na praia, só maiô. Me escondia nas fotos, só aparecia meu rosto. Desde que entrei para o programa já perdi 6kg”, conta Alessandra. “Meu marido me incentiva a vir, nosso casamento andava morno e agora está melhor do que nunca”.

Já a dona de casa Solange Cordeiro de Lira, de 54 anos, diz que procurou o Ginástica nos Bairros por questão de saúde. “Cheguei aqui toda entrevada, meu corpo doía muito e eu não conseguia fazer nada. Hoje faço alongamento, danço, me exercito e não sinto absolutamente nada”.

O Ginástica nos Bairros acontece de segunda a sexta-feira, três vezes por semana (cada núcleo tem seus dias e horários específicos). Os interessados em participar devem procurar o núcleo mais próximo de sua casa e apresentar atestado médico que libere para a prática de atividades físicas.

Saiba como se inscrever e onde tem Ginástica nos Bairros:

Núcleos – Ginástica nos Bairros

Inscreva-se em nossa Newsletter
Cadastre e receba notícias direto para seu email
Você pode se desinscrever a qualquer momento
você pode gostar também
Comentários
Loading...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Nós garantimos que está tudo certo com isso, mas você pode não desejar isso. Aceitar Saiba Mais