Nova Iguaçu Online
Notícias de Nova Iguaçu todo dia

Exposição “Urbanas Mutações” acontece até 2 de maio na Casa de Cultura de Nova Iguaçu

Receba as matérias da sua cidade em primeira mão no seu smartphone ou tablet. WhatsApp CLIQUE AQUI ou Telegram CLIQUE AQUI

Apresentar diferentes olhares de artistas de Nova Iguaçu. Esse é o principal objetivo da exposição “Urbanas Mutações – da matéria ao espírito”, que teve abertura nesta segunda-feira (2), na Casa de Cultura Ney Alberto. A mostra, que acontece até o dia de 2 maio, aborda a relação de 21 artistas da região com o espaço urbano do município.

Desenhos, pinturas, esculturas e fotografias das transformações que a cidade de Nova Iguaçu passou podem ser retratados na exposição, aberta de segunda a sexta, das 10h às 20h, e aos sábados das 10h às 18h.

“Essa exposição mostra o olhar do artista sobre a cidade e sua transformação. São leituras da região de Nova Iguaçu. Estamos exercitando a observação de alguns pontos da cidade que estavam invisíveis e esquecidos, como o icônico prédio do Posto 13, o tempo passa e ele continua alí. Trabalhar a cidade como um objeto visual e não apenas como história, para que ela seja percebida aqui e agora. Isso insere questões importantes como os contrastes entre espaços construídos, habitados, entre tempos descontínuos e infindáveis”, comentou a curadora da exposição, Silvia Schiavone.

De acordo com o secretário de Cultura de Nova Iguaçu, Marcus Monteiro, mais de 50 mil pessoas já passaram pelas cinco exposições realizadas desde o início de 2019. Outras três ainda serão realizadas até o fim do ano.

“Só em nossa última exposição: “Africanidades na Baixada Fluminense – Contribuição do Negro na Formação da identidade Brasileira”, tivemos mais de 20 mil visitantes. Queremos aumentar o número de exposições, mas nosso foco é a Baixada Fluminense, valorizando nossos artistas locais”, afirmou Monteiro.

Moradora de Vila de Cava, a estudante Alexia Vitória de Medeiros, de 17 anos, visitou a exposição com as amigas Isabele e Ana Caroline. Ela ficou encantada com a arte e a forma que os artistas representaram a transformação da cidade.
“É muito original e o mais legal é como cada artista tem um olhar diferenciado e crítico. Mostraram como pode haver arte dentro de um lixo”, contou.
O Complexo Cultural de Nova Iguaçu fica na Rua Getúlio Vargas 51, Centro.

Foto: Divulgação
Inscreva-se em nossa Newsletter
Cadastre e receba notícias direto para seu email
Você pode se desinscrever a qualquer momento
você pode gostar também
Comentários
Loading...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Nós garantimos que está tudo certo com isso, mas você pode não desejar isso. Aceitar Saiba Mais