Nova Iguaçu Online
Notícias de Nova Iguaçu todo dia

Veja onde conseguir atendimento gratuito para fazer a declaração do IR

Receba as matérias da sua cidade em primeira mão no seu smartphone ou tablet. WhatsApp CLIQUE AQUI ou Telegram CLIQUE AQUI

Dizem que o ano começa depois do carnaval e, de fato, chegou a hora de encarar as obrigações. Uma das mais importantes é acertar as contas com o Leão. Os contribuintes têm até o dia 30 de abril para enviar a declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) de 2020 à Receita Federal. Quem não cumprir o prazo estará sujeito à multa no valor mínimo de R$ 165,74. Quem não sabe como fazer ou têm medo de preencher alguma informação errada e cair na malha fina tem três opções: contratar um contador, assistir ao passo a passo em vídeo, ou recorrer à assistência gratuita de profissionais em faculdades do Rio de Janeiro.

A professora Branca Terra, da Faculdade de Administração e Finanças da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj), conta que o serviço será prestado pela instituição pelo sexto ano seguido. O atendimento vai ocorrer na última semana de abril, no campus do Maracanã, das 9h às 17h. No entanto, será preciso chegar cedo, já que o auxílio será feito por ordem de chegada.

— Em geral, nosso público são idosos que têm dificuldade de usar o computador. Mas atendemos todos que têm dúvidas na declaração de pessoa física — conta Branca: — No ano passado, atendemos mais de 50 pessoas. Os alunos da graduação ajudam na triagem dos documentos, enquanto os do mestrado, que já são formados, ficam responsáveis pelo envio do Imposto de Renda.

Professores e alunos do curso de Ciências Contábeis da Estácio também atenderão gratuitamente a população. A gestora nacional do curso de Ciências Contábeis da Estácio, Claudia Marchiotti, destaca que, por meio da atividade, os estudantes têm a chance de reunir teoria e prática e a instituição de ensino superior cumpre seu papel social.

Claudia ainda aconselha a não postergar essa obrigação fiscal:

— Quem declarar o IR mais rápido poderá receber nos lotes iniciais, respeitando o período de maio a setembro, uma vez que os lotes serão mais curtos, portanto não é recomendável deixar a declaração para última hora.

É preciso levar os seguintes documentos:

• Informe de rendimentos das fontes pagadoras (empregador, aluguel etc.)

• Informe de rendimentos financeiros fornecidos pelos bancos onde mantém conta

• Relação de dependentes e respectivos CPFs de qualquer idade

• Número do Renavam e dados do veículo, no caso de declarar veículos

• Número do registro, da matrícula do imóvel e nome do cartório, e número do contribuinte (IPTU), no caso de declararem imóveis.

• Comprovante das despesas médicas do contribuinte e de seus dependentes. (pagamentos efetuados a médicos, dentistas, psicólogos, exames laboratoriais etc).

• Comprovantes das despesas de instrução do contribuinte e de seus dependentes. (pagamentos efetuados referentes a educação infantil, ensino fundamental, ensino médio e educação superior).

• Cópia da última declaração entregue, inclusive o recibo de entrega (quando tiver).

• RG

• CPF

Confira onde obter ajuda gratuita para fazer a declaração:

Estácio

– Estácio Nova Iguaçu – Estrada Dr. Plínio Casado, 1.466, Nova Iguaçu

Quem precisa fazer a declaração em 2020?

Quem recebeu em 2019 em rendimentos tributáveis mais de R$ 28.559,70.

Contribuintes que obtiveram em rendimentos isentos, não-tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte mais de R$ 40 mil no ano passado

Quem teve ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência do imposto, ou realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas em qualquer mês do ano passado

Quem ganhou, em 2019, receita bruta em valor superior a R$ 142.798,50 em atividade rural

Quem tinha, até 31 de dezembro de 2019, a posse ou a propriedade de bens ou direitos, inclusive terra nua, de valor total superior a R$ 300 mil

Quem passou a morar no Brasil em qualquer mês do ano passado e estava morando em 31 de dezembro de 2019;Quem optou pela isenção do imposto incidente em valor obtido na venda de imóveis residenciais cujo produto da venda seja aplicado na aquisição de imóveis residenciais localizados no país, no prazo de 180 dias, contado da celebração do contrato de venda.

Quais são as principais novidades deste ano?

A primeira mudança é que a Receita Federal fará a restituição em cinco lotes, de maio a setembro, diminuindo o prazo de espera. A segunda é que quem recebeu acima de R$ 200 mil no ano passado terá que informar o número do recibo da declaração do IR do ano anterior. A última e mais polêmica é o fim da dedução do INSS do empregador doméstico.

Fonte: Extra

Inscreva-se em nossa Newsletter
Cadastre e receba notícias direto para seu email
Você pode se desinscrever a qualquer momento
você pode gostar também
Comentários
Loading...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Nós garantimos que está tudo certo com isso, mas você pode não desejar isso. Aceitar Saiba Mais