Nova Iguaçu Online
Notícias de Nova Iguaçu todo dia

Com sete casos confirmados e 80% dos leitos ocupados, Nova Iguaçu aguarda hospital de campanha

Receba as matérias da sua cidade em primeira mão no seu smartphone ou tablet. WhatsApp CLIQUE AQUI ou Telegram CLIQUE AQUI

Com sete casos confirmados de Covid-19, Nova Iguaçu conta, atualmente, no Hospital Geral de Nova Iguaçu (Hospital da Posse), com quatro leitos disponíveis exclusivamente para pacientes com suspeita ou diagnosticados com o coronavírus e que necessitem de cuidados especiais. Há uma semana, o prefeito Rogério Lisboa anunciou a reabertura do Hospital Iguaçu, fechado há mais de dez anos na cidade, e a construção do hospital de campanha, pelo Governo do Estado, no antigo Aeroclube de Nova Iguaçu. Ainda não há nenhuma movimentação de obra nos dois locais.

Nesta terça-feira, o município decretou estado de calamidade pública. A cidade pode entrar em risco de colapso, caso ocorra um grande aumento no atendimento a pacientes com Covid-19. Ao todo, 80% dos leitos hospitalares da rede municipal já estão ocupados.

No dia 24, em seu perfil no Facebook, o prefeito Rogério Lisboa postou um vídeo prometendo à população a reabertura do Hospital Iguaçu. Ele também falou sobre o hospital de campanha no aeroclube, cujas obras ficariam prontas em até 45 dias.

A Prefeitura de Nova Iguaçu informou que o processo licitatório para reabertura do Hospital Iguaçu foi entregue à Comissão de Licitação na última segunda-feira. A expectativa é de que a licitação ocorra no início de maio. A prefeitura disse ainda que, além dos quatro leitos no Hospital da Posse disponíveis exclusivamente para casos suspeitos ou confirmados de Covid-19, 35 estão sendo preparados com a mesma finalidade.

O município disse que, para confirmar casos de Covid-19, faz a coleta da amostra e envia ao Laboratório Central de Saúde Pública Noel Nutels (Lacen), no Centro do Rio, para análise. Em casos positivos, os pacientes em estado estável são orientados a permanecer em isolamento domiciliar pelo período de 14 dias e acompanhados diariamente por uma equipe da Vigilância Epidemiológica. Já os graves são inseridos na Central Estadual de Regulação (CER) e transferidos para uma unidade especializada no novo coronavírus.

Já o Governo do estado informou que, na Baixada Fluminense, serão criados 200 leitos ao lado do Hospital Estadual Adão Pereira Nunes, em Caxias, sendo 40 para CTI; e 200 no aeroclube de Nova Iguaçu, sendo 40 para CTI. A previsão é que todos os leitos de campanha fiquem prontos até 30 de abril.

O governo disse ainda que, na segunda-feira, a Secretaria de Estado de Infraestrutura e Obras (Seinfra) finalizou o processo de contratação do projeto do hospital modular de Nova Iguaçu, no aeroclube da cidade.

Fonte: Extra

Inscreva-se em nossa Newsletter
Cadastre e receba notícias direto para seu email
Você pode se desinscrever a qualquer momento
você pode gostar também
Comentários
Loading...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Nós garantimos que está tudo certo com isso, mas você pode não desejar isso. Aceitar Saiba Mais