Nova Iguaçu Online
Notícias de Nova Iguaçu todo dia

Homem é preso por matar dois jovens em Nova Iguaçu

Receba as matérias da sua cidade em primeira mão no seu smartphone ou tablet. WhatsApp CLIQUE AQUI ou Telegram CLIQUE AQUI

Os policiais civis da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) prenderam, na manhã desta terça (31), um homem acusado pela autoria de um duplo homicídio. O autor foi encaminhado à Secretaria de Estado de Administração Penitenciária onde ficará à disposição da justiça.

De acordo com as investigações, o preso sequestrou e matou os jovens Maicon José Jovem de Oliveira, de 26 anos, e Bruno Tavares Ribeiro, de 21 anos. Os corpos foram encontrados nas proximidades do Arco Metropolitano em Austin, em agosto do ano passado. Na ocasião ambos foram retirados de um evento na localidade conhecida como “Bar Babalo” e foram mortos.
As investigações da DHBF sobre a milícia que atua em Austin começaram a partir dos homicídios dos jovens, no dia 26 de agosto. De acordo com a especializada, os homens foram mortos por possuírem desavenças com milicianos da região.
No ano passado, uma operação da Polícia Civil contra a milícia que aterroriza a Baixada Fluminense prendeu três suspeitos de integrar o grupo paramilitar. Um dos presos pelos agentes da Divisão de Homicídios (DHBF) é Marcos Antonio do Santos Amaral, o Marquinho Alemão, que também vai responder por porte ilegal de arma de fogo.
Segundo as investigações, Marquinhos é um dos chefes da milícia de Austin. O outro preso é o ex-secretário de Obras de Nova Iguaçu, Jeferson Ramos de Oliveira, que também atuava na localidade e em Nova Iguaçu e disputava o controle pelo território. Além dele, foi preso Demétrio Menezes Barbosa, suspeito de chefiar a milícia do bairro Aliança, em Nova Iguaçu.
Fonte: Eu Rio

 

Inscreva-se em nossa Newsletter
Cadastre e receba notícias direto para seu email
Você pode se desinscrever a qualquer momento
você pode gostar também
Comentários
Loading...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Nós garantimos que está tudo certo com isso, mas você pode não desejar isso. Aceitar Saiba Mais