Nova Iguaçu Online
Notícias de Nova Iguaçu todo dia

Detran oferece apoio psicológico online para vítimas de trânsito

Receba as matérias da sua cidade em primeira mão no seu smartphone ou tablet. WhatsApp CLIQUE AQUI ou Telegram CLIQUE AQUI

O isolamento social é importantíssimo para frear o avanço do coronavírus. Mas, às vezes, o que é mais seguro para o corpo pode não ter o mesmo efeito para a mente. Por isso, o Núcleo de Apoio à Vítima de Trânsito (Navi), da Coordenadoria de Educação para o Trânsito do Detran.RJ, passa a disponibilizar atendimento psicológico online gratuito a pessoas que sofreram acidentes de trânsito e seus familiares.

– É preciso que o acolhimento continue, mesmo que seja online, para dar suporte às pessoas que estão em sofrimento psíquico. Algumas precisam apenas de orientações como o processo de entrada do seguro DPVAT. Mas outras demandam uma escuta mais qualificada e apoio para organizar ideias e sentimentos. Essas terão seu plano terapêutico construído e serão acompanhadas de forma sistemática – explica o coordenador de educação para o trânsito do Detran.RJ, Allan Borges.

Quem já era atendido pelos psicólogos do Navi continuou sendo assistido desde o início do contingenciamento e outras 25 pessoas que procuraram o setor desde o dia 16 de março também já foram acolhidas.

Para o presidente do Detran.RJ, Marcello Braga Maia, o afastamento social pode provocar impactos emocionais em qualquer pessoa e, para quem passou por algum tipo de trauma, a necessidade do acolhimento nesse momento é ainda mais essencial.

– O nosso objetivo é dar atendimento, mesmo que à distância, a quem necessita de acolhimento durante este período de distanciamento social. Estamos juntando nossas forças de trabalho e com os profissionais capacitados disponibilizamos uma rede de apoio para quem precisa ter informações ou que necessite conversar num momento de dor – concluiu.

O atendimento do setor consiste em acolher e identificar a extensão dos danos causados pelo trauma, respeitando a particularidade de cada indivíduo ao vivenciar seu luto, auxiliando-o no processo de reencontro com a esperança, com os sonhos e com os projetos para o futuro.

– Manter a saúde mental dessas pessoas neste momento é primordial. A terapia é uma aliada para ajudar a lidar com os medos e fantasmas que aparecem após um choque – explicou a coordenadora do Navi, Dnilda Côrtes.

O contato inicial pode ser feito via e-mail (navi-dpvat@detran.rj.gov.br) ou pelo grupo de WhatsApp (https://chat.whatsapp.com/CfeJu2zTIcV5J3EjlaOA7I).

Inscreva-se em nossa Newsletter
Cadastre e receba notícias direto para seu email
Você pode se desinscrever a qualquer momento
você pode gostar também
Comentários
Loading...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Nós garantimos que está tudo certo com isso, mas você pode não desejar isso. Aceitar Saiba Mais