Nova Iguaçu Online
Notícias de Nova Iguaçu todo dia

STJ mantém prisão de empresário acusado de desviar testes de covid-19

O presidente do Superior Tribunal de Justiça, João Otávio Noronha, negou hoje (29) pedido para soltar o empresário chinês Zheng Xiao Yun, acusado de receptar uma carga de testes para covid-19. Na decisão, o ministro entendeu que não há ilegalidades na liminar da Justiça de São Paulo, que manteve a prisão em flagrante, no início do mês. 

O caso é investigado pela Polícia Civil de São Paulo, que prendeu 14 pessoas que teriam furtado testes de covid-19 no Aeroporto Internacional de Guarulhos. A carga veio da China e foi encontrada no bairro do Ipiranga, na zona sul da capital.

Durante a ação, foram encontradas 15 caixas com 14.500 kits de testes e cerca de 2,1 milhões de máscaras descartáveis, distribuídas em 435 caixas. O Departamento de Operações Policiais Estratégicas (Dope), que coordenou a operação, também recolheu um machado, uma faca, uma carabina calibre 40, uma espingarda calibre 12 e três pistolas calibre 380.

A defesa pediu a soltura do empresário ao STJ por entender que não houve fundamentação concreta da decisão que manteve a prisão, além de alegar risco de contaminação pela covid-19.

Inscreva-se em nossa Newsletter
Cadastre e receba notícias direto para seu email
Você pode se desinscrever a qualquer momento
você pode gostar também
Comentários
Loading...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Nós garantimos que está tudo certo com isso, mas você pode não desejar isso. Aceitar Saiba Mais