Nova Iguaçu Online
Notícias de Nova Iguaçu todo dia

Começa funcionar terceiro hospital de campanha na cidade de São Paulo

Receba as matérias da sua cidade em primeira mão no seu smartphone ou tablet. WhatsApp CLIQUE AQUI ou Telegram CLIQUE AQUI

Entrou em funcionamento hoje (1º) o hospital de campanha montado no Complexo Desportivo Constâncio Vaz Guimarães, no Ibirapuera, zona sul paulistana. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo, os profissionais que vão trabalhar na unidade chegaram nesta manhã e os primeiros pacientes serão encaminhados ao longo do dia.

O hospital funciona no esquema de portas fechadas, ou seja, não é possível receber atendimento diretamente no local, destinado a pacientes com coronavírus encaminhados de outras unidades de saúde. A construção do espaço, com 268 leitos, foi anunciada no início de abril. O local pode receber até 240 pacientes de baixa complexidade e 28 em processo de estabilização. O atendimento será feito por 800 profissionais de saúde.

Hospital de campanha para tratamento de covid-19 do Complexo Esportivo do Ibirapuera

Hospital de campanha para tratamento de covid-19 do Complexo Esportivo do Ibirapuera – Rovena Rosa/Agência Brasil

Montado sobre o gramado da pista de atletismo do complexo esportivo, o hospital tem 7,5 mil metros quadrados e teve um custo de montagem, incluindo as despesas de desmobilização, de R$ 12 milhões. Devem ser investidos R$ 10 milhões por mês para manutenção da estrutura. A administração foi repassada pelo governo estadual para a organização social Seconci, que administra outros hospitais públicos.

Hospitais

Além das instalações no Ibirapuera, a capital paulista conta com mais dois hospitais de campanha, um no Estádio do Pacaembu, na zona oeste, e outro no Anhembi, na parte norte da cidade. Ao todo, foram criados 2.240 leitos de baixa complexidade para enfrentar a pandemia.

Ontem (30), segundo a Secretaria Municipal de Saúde, as duas unidades de campanha que já estavam em funcionamento tinham 569 pessoas internadas. A ocupação das unidades de tratamento intensivo da capital paulista estava em 71% da capacidade, com 356 pacientes. Desses, 248 precisavam de ventilação mecânica.

Balanço Covid-19

O último boletim divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde registra 2.375 mortes causadas pela covid-19 em São Paulo, sendo que a capital concentra o maior número de vítimas, com 1.522 óbitos.

Inscreva-se em nossa Newsletter
Cadastre e receba notícias direto para seu email
Você pode se desinscrever a qualquer momento
você pode gostar também
Comentários
Loading...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Nós garantimos que está tudo certo com isso, mas você pode não desejar isso. Aceitar Saiba Mais