Nova Iguaçu Online
Notícias de Nova Iguaçu todo dia

Nova Iguaçu inicia nova etapa de canalização do Rio Botas

Receba as matérias da sua cidade em primeira mão no seu smartphone ou tablet. WhatsApp CLIQUE AQUI ou Telegram CLIQUE AQUI

A Prefeitura de Nova Iguaçu deu início à segunda etapa do projeto de recuperação do principal rio da cidade. O primeiro trecho a ser canalizado terá 1,2km de extensão, entre a Rua Bernardino de Melo, em Comendador Soares, até Ouro Preto. Para isso, cerca de 800 bases de concreto, cada uma pesando 7,5 toneladas, serão instaladas no Botas. As primeiras peças já começaram a ser colocadas às margens do rio pela equipe de obras da Secretaria Municipal de Infraestrutura (SEMIF).

Para que a Prefeitura pudesse dar início à canalização, foi preciso reassentar cerca de 400 famílias que viviam às margens do rio. Elas receberam apartamentos nos condomínios José Maria Pitella e Santo Antônio, no bairro Cerâmica. Após isso, as construções irregulares foram demolidas e todo o entulho removido para que o canal fosse alargado.

Essa, para mim, é a obra mais importante da cidade desde a construção da Via Light. Além de dar mais dignidades aos que receberam apartamentos, vai reduzir drasticamente a possibilidade de transbordo do rio em dias de temporal, beneficiando mais de 100 mil moradores em dez bairros da cidade, afirma o prefeito Rogerio Lisboa.

A secretária da SEMIF, Cleide Moreira, revela que havia trechos do Botas com largura de apenas quatro metros, causando grande concentração da água corrente e, por isso, gerando maior transtorno. As peças de concreto foram pré-moldadas e farão com que o rio tenha 8,5 metros de largura na base inferior, 14 metros na base superior e cerca de três metros de profundidade.

Vamos iniciar a canalização no trecho de maior gargalo. Com isso, acredito que iremos sanar 70% dos problemas relacionados ao transbordamento do Botas, diz a secretária.

Além da canalização, o entorno do rio receberá urbanização completa. A SEMIF fará calçada e ciclovia em toda a extensão da obra, ligando à ciclovia da Rua Bernardino de Melo. Haverá ainda academia da terceira idade, playground para as crianças, reformulação das pontes sobre o Botas e recapeamento das ruas paralelas ao canal. “Além de solucionar a macrodrenagem, vamos trazer urbanização e transformar o bairro em um lugar mais agradável para os moradores”, garante Fernando Barros, subsecretário de Obras.

Inscreva-se em nossa Newsletter
Cadastre e receba notícias direto para seu email
Você pode se desinscrever a qualquer momento
você pode gostar também
Comentários
Loading...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Nós garantimos que está tudo certo com isso, mas você pode não desejar isso. Aceitar Saiba Mais