Nova Iguaçu Online
Notícias de Nova Iguaçu todo dia

Empresa Nilopolitana é alvo de reclamações dos moradores do Riachão

Receba as matérias da sua cidade em primeira mão no seu smartphone ou tablet. WhatsApp CLIQUE AQUI ou Telegram CLIQUE AQUI

Moradores do bairro Riachão não estão nada satisfeitos com o serviço prestado pela empresa Nilopolitana (Cavalcanti e Cia.). A situação que já não era boa piorou mais ainda com a pandemia do novo coronavírus.

Operadora da linha municipal 231 (Centro x Austin – via Riachão), a empresa, segundo os moradores, sempre prestou um serviço ruim, porém, há cerca de quatro meses a linha deixou de circular pelo bairro, prejudicando aqueles que dependem da linha para chegar ao Centro de Nova Iguaçu.

“Desde março, ele não passa mais lá. Eu chegava no antigo ponto em dez minutos. Agora levo muito mais tempo. Pagamos uma passagem absurda para isso”, reclamou a cabeleireira Danielle Nogueira.

Além da 231 a Nilopolitana também deveria operar a linha 227 (Nova Iguaçu x Austin via Riachão), porém, a 231 era a única que circulava pelo Riachão.

A dona de casa Gleice Kelly Paiva de Souza, de 26 anos, conta que o ponto ficava na rua onde mora:

“Minha mãe vai andando até a estação de Austin. Ela prefere perder 40 minutos indo a pé do que esperar meia hora pelo ônibus e perder o trem para o trabalho. Se continuar assim depois da pandemia, vamos ter que andar muito para levar as crianças na escola. Moradores disseram que o intervalo entre os ônibus da linha é de uma hora”, disse.

Na falta das linhas, moradores do Riachão estão sendo obrigados a procurar alternativas e até isso está complicado. Eles contam que a outra linha que passa próximo ao bairro também sofre com problemas, já que a operação também é da Nilopolitana.

NILOPOLITANA
Foto: Reprodução do Jornal Extra

Segundo funcionários da empresa, a linha 230, que parte do bairro vizinho de Austin, sofreu uma redução no número de ônibus circulando.

 

“Como moro na Rodilândia, tenho mais duas opções. Às vezes, fico aqui esperando, ele não vem e acabo perdendo os outros que também me servem”, contou.

Consórcio não resolveu problemas

Os problemas dos bairros Riachão, Austin e Rodilândia poderiam estar resolvidos desde 2016. Em março daquele ano o sistema de transporte municipal de Nova Iguaçu passou por uma importante mudança: as linhas foram organizadas em dois consórcios, formados por empresas de ônibus que já operavam na região: o Reserva de Tinguá e o Reserva do Vulcão. Os dois operam juntos 83 linhas.

No papel, a intenção era solucionar os problemas enfrentados pelos passageiros, como ausência de ônibus e melhoria no conforto, mas só que o mudou, segundo os moradores, é a cor dos ônibus:

“A Nilopolitana sempre foi uma empresa ruim. Os ônibus são velhos e não há nenhum conforto. Quando fizeram esse lance de consórcio, anunciaram que ia ter até ar condicionado, mas hoje nem ônibus direito temos”, reclama José Lourenço.

A Nilopolitana faz parte do Consórcio Reserva do Vulcão, presidido por Rafael Cavalcanti. Segundo a empresa, apesar da reclamação dos passageiros, as linhas mencionadas (Austin x Nova Iguaçu via Rodilândia e Austin x Nova Iguaçu via Riachão) estão operando normalmente, com trajetos e horários determinados pelo órgão concedente. Disse ainda que “está comprometida com o atendimento à população durante a pandemia de Covid-19, mas a grave crise econômica que atinge o setor de transporte público está impossibilitando a retomada plena das atividades, com reflexos no serviço prestado aos passageiros de municípios da Baixada Fluminense. A empresa vem operando em um cenário desfavorável, com a redução drástica no número de passageiros e a limitação da capacidade de transporte dos ônibus. As operações se tornam deficitárias, diminuem a capacidade financeira das empresas e reforçam a importância de adoção de medidas efetivas da administração pública para apoiar financeiramente o setor de ônibus”.

Inscreva-se em nossa Newsletter
Cadastre e receba notícias direto para seu email
Você pode se desinscrever a qualquer momento
você pode gostar também
Comentários
Loading...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Nós garantimos que está tudo certo com isso, mas você pode não desejar isso. Aceitar Saiba Mais