Nova Iguaçu Online
Notícias de Nova Iguaçu todo dia

Governo do Rio lança Comitê Executivo de Comércio Exterior

Receba as matérias da sua cidade em primeira mão no seu smartphone ou tablet. WhatsApp CLIQUE AQUI ou Telegram CLIQUE AQUI
PÁGINA INICIAL > IMPRENSA > NOTÍCIAS

Moscow

Governo do Rio lança Comitê Executivo de Comércio Exterior

13 de novembro de 2020

 

Nesta sexta-feira (13/11), durante o 39º Encontro Nacional de Comércio Exterior (Enaex), foi lançado o Comitê Executivo de Comércio Exterior do Estado do Rio de Janeiro. O grupo é formado por 21 instituições, entre elas o Ministério da Economia, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), a Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), a Associação Comercial do Rio de Janeiro (ACRJ), a Associação de Comércio Exterior do Brasil (AEB), a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), a Federação das Câmaras de Comércio Exterior (FCCE) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-RJ).

 

O comitê – coordenado pela Superintendência de Relações Internacionais da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico – tem como objetivo oferecer soluções e inteligência de mercado para aumentar a competitividade das empresas fluminenses, contribuindo para a sua internacionalização.

 

– A iniciativa faz parte dos esforços do Governo do Rio de Janeiro para retomar e impulsionar a atividade econômica, preparando o Estado para um novo ciclo de crescimento. Estamos trabalhando em várias frentes para a recuperação fiscal e temos que estar preparados para crescer, impulsionando nossas vocações e abrindo possibilidades para recebermos investimento e gerar renda e trabalho – explicou o governador em exercício Cláudio Castro.

 

Planejamento estratégico

 

Desde janeiro, o grupo vem se reunindo, com apoio de um consultor contratado pelo Sebrae-RJ, para a construção de um planejamento estratégico do comércio exterior fluminense. 

 

– Precisamos gerar políticas públicas para impulsionar a economia fluminense, que é fortemente dependente do setor de petróleo. A ideia é estimular novos setores, principalmente aqueles com maior valor agregado. Diversificar a pauta das exportações fluminenses é fundamental. Pretendemos trazer de volta empresas que saíram do Rio, além de atrair novas companhias – afirmou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Marcelo Lopes, complementando que a iniciativa é única no país e a primeira para promoção do comércio com o Rio.

 

O planejamento indicou quatro eixos estratégicos que serão trabalhados nos próximos anos: Inteligência Empresarial, com foco na preparação e estruturação de empresas; Facilitação de Negócios, com a meta de melhorar o ambiente de negócios; Logística, para a criação de melhores condições para o fluxo de cargas no território fluminense; e Mercado, com foco na exploração de oportunidades nos mercados internacionais.

 

Balança Comercial

 

Pela primeira vez no ano, a balança comercial do Rio de Janeiro apresentou saldo positivo no último trimestre. As exportações entre julho e setembro movimentaram US$ 5,5 bilhões, enquanto as importações somaram cerca de US$ 3,1 bilhões. 

 

Com o resultado, o estado do Rio de Janeiro apresentou superávit de US$ 2,4 bilhões no terceiro trimestre, contra um déficit de US$ 652 milhões no segundo trimestre e de US$ 1 bilhão no primeiro trimestre. O superávit representa um aumento de 294%, quando comparado ao saldo da balança comercial do mesmo período do ano anterior, que foi de US$ 1,2 bilhão.

você pode gostar também
Comentários
Loading...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Nós garantimos que está tudo certo com isso, mas você pode não desejar isso. Aceitar Saiba Mais