Nova Iguaçu Online
Notícias de Nova Iguaçu todo dia

Consumidores ignoram Covid-19 e lotam o Calçadão de Nova Iguaçu a poucos dias do Natal

Receba as matérias da sua cidade em primeira mão no seu smartphone ou tablet. WhatsApp CLIQUE AQUI ou Telegram CLIQUE AQUI

Os consumidores lotaram regiões de comércio popular em Nova Iguaçu, como o Calçadão da Avenida Governador Amaral Peixoto, neste sábado (19), último fim de semana antes do Natal.

Apesar do crescente número de mortes por Covid-19 desde a primeira semana de novembro os fins de semana no comércio popular da cidade têm sido de lojas cheias e aglomeração nas principais ruas. Muita gente circula com a máscara no queixo ou sem ela, agravando o risco de contaminação. Além disso, muitos estabelecimentos abandonaram o uso do medidor de temperatura corporal para os clientes.

Nem o forte calor que fez na cidade foi motivo para que os consumidores deixassem de procurar os presentes de última hora para parentes e amigos.

Dados da plataforma InLoco, que divulga o índice de isolamento em todo o país, mostra que no Rio de Janeiro a taxa está em torno de 37,39%.

Receosos com o aumento da ocupação dos leitos de hospitais, especialistas sugerem que os consumidores deem preferência para as compras via internet. No Rio de Janeiro, a expectativa é que a movimentação de fim de ano injete mais de R$ 3 bilhões na economia fluminense. Cerca de 6 milhões e 700 mil pessoas afirmaram que pretendem presentear alguém especial. O gasto médio, de acordo com a Fecomércio, é de R$ 450 por pessoas.

De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde, o município de Nova Iguaçu registra até esta segunda-feira (21), 9.326 casos confirmados de Covid-19 e 818 mortos pela doença.

Inscreva-se em nossa Newsletter
Cadastre e receba notícias direto para seu email
Você pode se desinscrever a qualquer momento
você pode gostar também
Comentários
Loading...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Nós garantimos que está tudo certo com isso, mas você pode não desejar isso. Aceitar Saiba Mais