Nova Iguaçu Online
Notícias de Nova Iguaçu todo dia

Ano novo, novos hábitos em prol da saúde

Receba as matérias da sua cidade em primeira mão no seu smartphone ou tablet. WhatsApp CLIQUE AQUI ou Telegram CLIQUE AQUI
PÁGINA INICIAL > IMPRENSA > NOTÍCIAS

Moskow

Ano novo, novos hábitos em prol da saúde

3 de janeiro de 2021

 

Para a maioria das pessoas, a virada de ano tem um significado tão especial ao ponto de inspirar promessas e resoluções para os próximos 365 dias. Assim como cronologicamente a virada de ano marca o fim de um ciclo e o início de outro ano no calendário, em termos simbólicos, esse período conecta passado e futuro. É o que explica Alice Menezes, psicóloga e comunicóloga que atua na Superintendência de Atenção Psicossocial e Populações em Situação de Vulnerabilidade da Secretaria de Estado de Saúde:

 

– Neste momento, chronos (tempo) e psiquê (alma) se sobrepõem muito intensamente e despertam em nós muitas reflexões. Como somos ‘seres de sentido’, sentimos que é a oportunidade de fazermos um balanço entre o que se passou e o que virá e almejar novos horizontes. Existencialmente, olhamos para o passado avaliando o que foi luz ou trevas em nossas vidas, ao mesmo tempo em que projetamos um amanhã luminoso. Ponderamos sobre o que nos é nocivo e não queremos mais repetir e desejamos um futuro próspero. Decidimos riscar o que é venenoso e nos prometemos bálsamos essenciais. Cancelamos os espinhos e ansiamos pelo mar de rosas. Bendizemos um porvir livre de todo sofrimento.

 

Mas nem sempre dá certo: a motivação pode não durar tanto tempo, como Alice comenta:

 

– Ao começar, nunca temos certeza do sucesso. É quase sempre certo que em algum momento esmoreceremos, pois no meio do caminho, em geral, tem uma pedra, ou muitas. O ser humano é muito diverso, e não há receita de bolo. A sugestão que pode funcionar para uma pessoa pode ter efeito contrário para outra.

 

A especialista propõe algumas possibilidades, como buscar conexão com uma fonte de energia, seja a fé, a natureza ou outro elemento, de acordo com a crença de cada um. Outra sugestão é relembrar do seu propósito inicial e reavivá-lo, uma vez que há a tendência de ser esquecido ao longo do caminho.

 

– Um mergulho profundo dentro de si explorando suas aptidões pessoais mais íntimas também pode reacender os ânimos. Fazendo exercícios vigorosos, algumas pessoas renovam sua disposição para enfrentar os desafios da vida. Outras podem encontrar muito incentivo junto aos preciosos afetos de sua rede social de apoio, enquanto outras realimentam-se quando percebem haver na sociedade menos preconceito e violência, mais igualdade de cor e gênero ou mais equidade e justiça social. Já o silêncio, a meditação ou atividades contemplativas podem inspirar esperança em alguns. Resumindo: se há alguma coisa que pode funcionar é cada um encontrar – e seguir – o seu próprio mapa do seu tesouro! – recomenda.

 

Alice ressalta que, como seres integrais, é natural que a reflexão gerada pelo final de ano abranja não apenas aspectos emocionais, profissionais ou financeiros. Costuma-se olhar também para o aspecto da saúde, fazendo um balanço tanto da parte física quanto mental. Surgem então desejos de mudança e disposição para renovação também nesta área.

 

– Percebemos que esse período é muito propício para abandonar comportamentos nocivos e cultivar hábitos mais salutares. Motivados por essa chance de mudança, sentimos certa disponibilidade interna para nos abrir na direção do bem-estar. Diante dessa oportunidade, podemos nos conectar com mais energia, disposição e vitalidade para cuidar de nossa saúde física, mental, emocional e até espiritual. Entretanto, vale lembrar que, quando não conseguimos mudar maus hábitos sozinhos, podemos sempre buscar apoio nos serviços públicos junto aos profissionais de saúde do SUS – sugere.

 

A especialista faz, no entanto, uma ressalva:

 

– Mesmo que cada pessoa tenha sua parcela de responsabilidade em cultivar hábitos saudáveis, não se pode esquecer que, na verdade, a saúde de uma pessoa é resultado não só de seu esforço pessoal, mas também das condições políticas, econômicas e sociais do meio em que vive. Lembrar disso é importante, pois não deve se culpar quando não consegue ter êxito sozinha, uma vez que nem sempre seu contexto social lhe permite exercer boas práticas de saúde ainda que ela se esforce para tanto.

 

Veja alguns bons hábitos relacionados à saúde para se inspirar nesse réveillon:

 

– Comer todos os dias frutas, legumes e verduras.

– Praticar exercícios físicos por, pelo menos, 30 minutos por dia.

– Beber mais água e outros líquidos saudáveis, como suco e água de coco.

– Reduzir o consumo de bebida alcóolica.

– Parar de fumar.

– Separar um tempo para cuidar de si, fazendo o que gosta.

– Ler mais.

– Dormir melhor.

– Doar sangue, se cadastrar para ser doador de medula óssea e incentivar outras pessoas a fazer o mesmo.

você pode gostar também
Comentários
Loading...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Nós garantimos que está tudo certo com isso, mas você pode não desejar isso. Aceitar Saiba Mais