Nova Iguaçu Online
Notícias de Nova Iguaçu todo dia

Governador visita centro de produção da vacina contra a Covid-19 com a presidente da Fiocruz

Receba as matérias da sua cidade em primeira mão no seu smartphone ou tablet. WhatsApp CLIQUE AQUI ou Telegram CLIQUE AQUI
PÁGINA INICIAL > IMPRENSA > NOTÍCIAS

Rogério Santana

Governador visita centro de produção da vacina contra a Covid-19 com a presidente da Fiocruz

8 de janeiro de 2021

 

Para fortalecer a parceria entre o Estado do Rio e a Fiocruz, o governador em exercício Cláudio Castro se reuniu, na manhã desta sexta-feira (8), com a presidente da Fundação, Nísia Trindade. Ainda hoje, a instituição apresenta à Anvisa pedido para uso emergencial de dois milhões de doses da vacina contra a Covid-19 desenvolvida pela Universidade de Oxford em parceria com o laboratório AstraZeneca, dando início a uma importante etapa da imunização. Durante o encontro, governador e presidente visitaram Bio-Manguinhos, centro de produção onde será produzido o imunizante.

 

– Essa visita vem coroar nossa parceria. Estamos muito perto da população fluminense começar a ser vacinada. Fizemos nosso papel e estamos abastecidos de seringas, agulhas e locais para armazenamento aguardando a chegada da vacina. Como anunciado pelo Ministério da Saúde, há uma possibilidade disso acontecer no próximo dia 20 no país. Seria o melhor presente para o Rio nesse início do ano – afirmou o governador.

 

O planejamento para abastecer os postos de saúde dos 92 municípios para vacinação foi elaborado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES), que adquiriu 16 milhões de seringas e agulhas ao custo de 17 centavos a unidade. Desse total, 8 milhões já foram recebidas pela SES. Ao todo, o Rio contará com mais de 50 milhões desses insumos, além de frigoríficos para armazenar vacinas.

 

A expectativa é que, também no dia 20 de janeiro, a Fiocruz inicie a produção das primeiras doses da vacina de Oxford. Para a presidente Nísia Trindade, esse é um momento crucial na luta contra a pandemia. A expectativa é que, em abril, todo a fabricação da vacina contra a covid seja realizada pela Fiocruz, que prevê a entrega de 100 milhões de doses até julho.

 

– Quero agradecer a parceria do Estado nesse momento. A vacina é uma palavra de esperança e, agora, algo muito concreto. Em breve, esperamos que logo nossa população possa ser vacinada. Também aproveito para reforçar essa cooperação entre Fiocruz e do Governo do Estado na assinatura da escritura definitiva para o terreno onde será construído o complexo de vacinas, que é uma grande contribuição para o país – destacou.

 

Estado e Fiocruz

No início de dezembro, Governo do Estado e Friocruz assinaram a escritura definitiva do terreno onde será instalado o Complexo Industrial de Biotecnologia em Saúde (CIBS), no Distrito Industrial de Santa Cruz, na Zona Oeste do Rio. O espaço, cedido pela Companhia de Desenvolvimento Industrial do Estado do Rio de Janeiro (Codin), receberá a maior fábrica de vacinas da América Latina, que vai quadruplicar a capacidade de produção anual de frascos de imunizantes e biofármacos da Fiocruz.

 

Inscreva-se em nossa Newsletter
Cadastre e receba notícias direto para seu email
Você pode se desinscrever a qualquer momento
você pode gostar também
Comentários
Loading...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Nós garantimos que está tudo certo com isso, mas você pode não desejar isso. Aceitar Saiba Mais