Nova Iguaçu Online
Notícias de Nova Iguaçu todo dia

Técnica de Enfermagem do HGNI é a primeira pessoa a ser vacinada contra a Covid-19 em Nova Iguaçu

O momento tão esperado pela técnica de enfermagem Angela Maria Mesquita Magalhães, de 55 anos, e por milhares de iguaçuanos, aconteceu na manhã desta quarta-feira (20). Ela foi a primeira pessoa a ser vacinada contra o novo coronavírus em Nova Iguaçu, logo após encerrar o plantão de 24h no CTI da Covid-19 do Hospital Geral de Nova Iguaçu (HGNI). Ela, que faz parte do grupo de risco também por ser hipertensa, não escondeu a felicidade ao ser imunizada.

“A emoção é muito grande, são doses que trazem esperança. Estão cuidando de mim para que eu possa continuar na linha de frente no tratamento das pessoas”, afirma Angela, que trabalha no HGNI há 24 anos. “Foi o meu melhor plantão, pois não houve óbito e eu pude ser vacinada contra a Covid. Espero que mais profissionais da saúde sejam vacinados”.

O prefeito Rogerio Lisboa acompanhou a vacinação no HGNI. Ele vibrou com a aplicação da primeira dose e garantiu que o município está preparado para seguir todas as etapas de imunização contra a Covid-19.

“Estamos vivendo um momento histórico. Percebemos nos rostos de cada profissional da saúde a esperança que a imunização traz na luta contra o vírus, na expectativa de que a vacina chegue o mais rápido possível para todos os brasileiros. Assim que o Ministério da Saúde definir as próximas etapas, nossa rede, que está pronta, irá vacinar os iguaçuanos”, diz o Rogerio Lisboa, que estava ao lado do Secretário Municipal de Saúde de Nova Iguaçu, Manoel Barreto, e do diretor geral do HGNI, Joé Sestello.

O secretário de saúde, Manoel Barreto, garantiu o esforço de toda a equipe de saúde na vacinação contra a Covid-19.

“Vamos vacinar todos os profissionais da saúde para que estejam protegidos e possam ajudar a salvar mais vidas. Em paralelo, disponibilizamos equipes capacitadas que irão até os abrigos para imunizar idosos acima de 60 anos que estão em instituições de longa permanência e maiores de 18 anos portadores de deficiência atendidos em Residências Inclusivas”, explica ele.

Na Casa de Acolhida para a Terceira Idade (CATI) Dourados Laranjais, Ubiratan Bernardino de Sena, de 63 anos, foi o primeiro dos 20 idosos da instituição a receber a vacina contra a Covid-19.

“A vacina não doeu nem um pouco. Todo o mundo quer a vacina. Ela é motivo de esperança e veio para acabar com a pandemia. Meu sonho é que toda a população seja vacinada para combater de vez essa doença”.

Nova Iguaçu recebeu, na última terça-feira (19), 7.465 das 14.930 doses da vacina Coronavac do Governo do Estado para dar início a vacinação, seguindo as determinações do Plano Nacional de Imunização do Ministério da Saúde.

você pode gostar também
Comentários
Loading...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Nós garantimos que está tudo certo com isso, mas você pode não desejar isso. Aceitar Saiba Mais