Nova Iguaçu Online
Notícias de Nova Iguaçu todo dia

Agravamento da Covid-19 obriga HGNI a ampliar setores de atendimento

Receba as matérias da sua cidade em primeira mão no seu smartphone ou tablet. WhatsApp CLIQUE AQUI ou Telegram CLIQUE AQUI
A Prefeitura de Nova Iguaçu mais uma vez foi obrigada a reorganizar a estrutura do Hospital Geral de Nova Iguaçu (HGNI) devido ao aumento de atendimentos e internações por Covid-19 de pacientes que chegam de toda a Baixada Fluminense. A sala vermelha, local que recebia as vítimas de trauma, se torna agora mais um setor de UTI da Covid-19. Mesmo com a abertura de leitos extras na sala vermelha, até o final da manhã desta segunda-feira (29), a taxa de ocupação dos leitos de UTI era de 89%, enquanto os de enfermaria chegava a 90%.

Essa é mais uma medida para garantir assistência aos pacientes da região, uma vez que o Hospital Modular, criado pelo Governo do Estado há cerca de um ano para receber casos da Covid-19, ainda não entrou em funcionamento, o que colabora para a sobrecarga do HGNI. Todo o setor de trauma – composto pelas salas vermelha, amarela, verde e USI Unidade de Tratamento Semi-Intensivo – foi transformado em ala de internação para casos da doença. Desde o início da pandemia, cerca de 30% dos pacientes internados na ala da Covid-19 são de outros municípios.

O HGNI se tornou praticamente dois hospitais dentro de um. Além de receber casos da Covid-19, também segue atendendo as vítimas de trauma (baleados, vítimas de arma branca e acidentados) e agravos clínicos (AVC, infartos, diabetes, entre outros) normalmente. Um novo fluxo foi criado na Nova Emergência para atender os pacientes que não estejam com sintomas da Covid-19 com equipes distintas atuando na assistência. Médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e administrativos passaram por treinamento para reforçar os novos fluxos adotados pela unidade.

O HGNI também tomou outras medidas para reduzir o fluxo de pessoas na unidade. Os pacientes internados na área da Covid-19 não podem receber qualquer tipo de visitas. As dúvidas, orientações e entrevistas médicas acontecem no Núcleo de Apoio à Família (NAF) aos familiares. Já os pacientes que nas enfermarias para tratar outras doenças tiveram o tempo de visitação reduzido de uma hora para 30 minutos. Quem estiver com acompanhante não terá direito a visitante.

Inscreva-se em nossa Newsletter
Cadastre e receba notícias direto para seu email
Você pode se desinscrever a qualquer momento
você pode gostar também
Comentários
Loading...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Nós garantimos que está tudo certo com isso, mas você pode não desejar isso. Aceitar Saiba Mais