Nova Iguaçu Online
Notícias de Nova Iguaçu todo dia

Abertura do Hospital do Modular de Nova Iguaçu, pode desafogar Hospital da Posse

Receba as matérias da sua cidade em primeira mão no seu smartphone ou tablet. WhatsApp CLIQUE AQUI ou Telegram CLIQUE AQUI

A Secretaria estadual de Saúde afirmou ontem que a inauguração do Hospital Modular de Nova Iguaçu, está confirmada para este sábado. De acordo com informações da pasta, a unidade terá capacidade para 150 leitos para tratar pacientes com Covid-19, que serão liberados gradativamente. A inauguração vai acontecer após uma novela que se arrasta há quase um ano. Neste período, a abertura da unidade foi adiada várias vezes.

O Hospital Modular será administrado pela Organização Social Ideas (Instituto de Desenvolvimento, Ensino e Assistência à Saúde), com sede em Santa Catarina e que também gerencia o Hospital Zilda Arns, em Volta Redonda, e Alberto Torres, em São Gonçalo. A secretaria ainda não divulgou o número de profissionais que atuarão no novo hospital.

A unidade chega para aliviar a sobrecarga, principalmente, do Hospital Geral de Nova Iguaçu (HGNI), o Hospital da Posse, que tem operado com taxa de ocupação acima de 90%. Diretor da maior emergência da Baixada, Joé Sestello afirmou que o apoio é uma necessidade urgente.

— Nós precisamos de ajuda. A unidade absorve o fluxo de uma grande quantidade de municípios do corredor da Dutra. Não existe outra unidade com essa complexidade. Ao contrário, por exemplo, da Washington Luiz, que tem o Hospital de Saracuruna, o Moacyr do Carmo e agora o São José. O impacto da abertura (da unidade modular) será muito positivo, talvez seja um dos melhores presentes para a Baixada Fluminense nos próximos anos — disse Sestello.

Nos últimos dias, a situação do Hospital da Posse vem se agravando em meio ao avanço da Covid-19. O prefeito de Nova Iguaçu, Rogério Lisboa, apelou para que o governo estadual antecipasse a inauguração, que ficou mesmo para sábado.

— Nós chegamos quase no limite. O estado precisa abrir o hospital, que desafogaria a Posse. Aí, sim, a gente pode repensar as medidas de restrições ao comércio. Eu tenho cobrado ao governador (Cláudio Castro), e ele sinalizou que essa semana abre. Qualquer quantidade de leitos a mais é fundamental para a nossa região — afirmou Lisboa.

Fonte: Extra
Inscreva-se em nossa Newsletter
Cadastre e receba notícias direto para seu email
Você pode se desinscrever a qualquer momento
você pode gostar também
Comentários
Loading...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Nós garantimos que está tudo certo com isso, mas você pode não desejar isso. Aceitar Saiba Mais