Nova Iguaçu Online
Notícias de Nova Iguaçu todo dia

Talento da Literatura da Baixada na Tarde de Autógrafos do projeto Livros para Voar em Nova Iguaçu

O projeto “Livros para Voar”, do Programa Municipal de Incentivo à Leitura e à Escrita da Prefeitura de Nova Iguaçu, através da Fenig, a Fundação Educacional e Cultura de Nova Iguaçu, realiza mais uma edição da Tarde de Autógrafos.

“Uma das coisas que eu sempre desejei quando eu passei a escrever, não era ser famoso, não era ser best-seller, não era ser rico. Eu queria só que o texto fosse lido, Eu tenho um amor pela palavra. Meu desejo maior é que os meus textos fossem lidos, mesmo que não soubessem que fui eu que escrevi. E o projeto “Livros para Voar” traz essa mesma ideia, de democratização da leitura. De mostrar para o maior número de leitores possíveis a produção de artistas de Nova Iguaçu e da Baixada”, afirmou o escritor Thiago Kuerques, destaque da Tarde de Autógrafos do projeto “Livros para Voar desta sexta-feira (11), às 14h, na sala de leitura do 3º piso do TopShopping, em Nova Iguaçu.

Dessa vez, o livro é “Tordesilhas”, de Thiago Kuerques.  O autor teve múltiplas inspirações para escrever a obra. Uma delas foi retornar às raízes de escrita mais afetiva. Autores como João Anzanello Carrascoza e Aline Bei e em especial da Baixada como Charlene França, foram inspirações de Thiago para escrever “Tordesilhas”. A experiência como professor e a oportunidade de viver outras vidas através da obra, no caso, viver a paternidade na ficção, também foram importantes no processo criativo.

“Eu gosto de ver as sementes plantadas. As pessoas passarem a olhar a Baixada de um jeito diferente porque viram na Literatura e se inspiraram a escrever também sobre os seus territórios”, reforça Thiago Kuerques sobre a importância de ser um autor da Baixada Fluminense.

Além da Tarde de Autógrafos, nesta sexta, haverá distribuição de livros e gibis doados ao projeto “Livros para Voar”. São publicações arrecadadas em onze pontos de Nova Iguaçu nas caixas da ação. O projeto é dedicado a livros paradidáticos que foram doados à Fundação. São aceitos livros de diversos gêneros como romances, biografias, poesias e gibis. É só deixar o livro na caixa. Se outra pessoa quiser ler, é só pegar e levar para desfrutar da leitura e depois, se quiser, devolver numa das caixas. A ideia é fazer os livros circularem pela cidade. Os 11 totens com as caixas do projeto estão na Fenig; Prefeitura de Nova Iguaçu; TopShopping; Hospital Geral de Nova Iguaçu, na Posse; Igreja Santo Antônio da Prata;  Igreja São Miguel Arcanjo, em Miguel Couto; OAB Nova Iguaçu;  Casa de Cultura; Casa do Professor; Cefet-NI; e Loja Caçula Nova Iguaçu

você pode gostar também
Comentários
Loading...

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Nós garantimos que está tudo certo com isso, mas você pode não desejar isso. Aceitar Saiba Mais