Poder Executivo

Ginástica Rítmica ganha cada vez mais espaço em Nova Iguaçu

Ginástica Rítmica ganha cada vez mais espaço em Nova Iguaçu 9

Adicione nosso número de WhatsApp: +55 (21) 98946-3738 e envie uma mensagem com o texto “NOVA IGUAÇU” e receba, com exclusividade, as matérias da sua cidade em primeira mão no seu smartphone ou tablet.

Ginástica Rítmica ganha cada vez mais espaço em Nova Iguaçu



Ginástica Rítmica ganha cada vez mais espaço em Nova Iguaçu 10

Um esporte com infinitas possibilidades de movimentos corporais combinados com dança teatral e balé, realizados em harmonia com a música e o manejo de aparelhos como corda, bola, arco e fita, vem ganhando cada vez mais espaço na cidade de Nova Iguaçu. Reconhecida pelo Comitê Olímpico Internacional (COI) em 1984 e introduzida nos Jogos Olímpicos daquele ano, em Los Angeles, a Ginástica Rítmica já conta com cerca de 60 alunas na Vila Olímpica de Nova Iguaçu. Neste sábado (7), 12 delas estarão disputando a terceira etapa do Campeonato Estadual de Ginástica, em Niterói.

As aulas, que acontecem às segundas, quartas e sextas-feiras, às 16h e 19h, para alunos a partir dos 5 anos de idade, já tem revelado novos talentos do esporte. “É um trabalho de longo prazo. Tenho alunas com medalhas de campeonato estadual em algum momento da carreira. Uma delas foi campeã estadual na primeira etapa em maio, outra foi para um evento inclusivo na Áustria, ou seja, podemos colher bons frutos na cidade”, afirma a professora de ginástica rítmica, Milene Aguiar de Azevedo.

Aluna mais nova da turma, a pequena Yasmin Vitória dos Santos, de apenas 9 anos é considerada como uma das grandes revelações. “Tenho facilidade de esticar e dobrar minhas pernas. Sempre sonhei em ser uma grande atleta e quem sabe disputar uma olímpiada. Além disso, quero ser professora de ginástica para ensinar crianças pobres. Amo dançar e me alongar. Quero passar para as minhas amiga, o que já aprendi aqui”, disse a menina, moradora de Mesquita.

Segundo a professora Milene, o esporte têm sido fundamental para melhorar a flexibilidade, força e velocidade das alunas. “A ginástica trabalha o nível de coordenação motora grossa e fina, além da concentração. É uma atividade que pode ser ensinada de forma individual e em grupo. Há interação entre as alunas e trabalhamos muito o emocional. Elas superam muitos obstáculos. O exercício também ajuda no emagrecimento e dá muita condição física”, explica Milene.

Moradora de Queimados, Érika dos Santos Silva, de 27 anos, que por três vezes na semana, deixa a cidade vizinha para treinar em Nova Iguaçu, já competiu na primeira etapa do estadual de ginástica, em maio deste ano, e conquistou a primeira colocação. “Sempre via esse esporte na televisão e falava pra mim: será que um dia vou fazer tudo isso? Será que vou ser uma ginasta? Hoje tenho o prazer de dizer que sou uma atleta. Não tenho mais como disputar os jogos Olímpicos por causa da idade. Já conquistei uma medalha e vou em busca de mais”, afirma Érika.

Fã das talentosas ginastas brasileiras Natália Gaudio e Bárbara Domingos, Giovana Estefani dos Santos de Souza, de 11 anos, diz que o esporte lhe trouxe muitos benefícios. “Minha autoestima agora está lá em cima. Gosto de competir, embora não tenha conseguido uma medalha ainda, vou continuar tentando. Na Áustria me apresentei em julho e foi uma experiência única para mim. Melhorei minha expressão física e meu condicionamento”, conta a menina.

De acordo com o secretário de Esporte e Lazer de Nova Iguaçu, Alexandre Batista, a ideia é oferecer à população várias atividades esportivas além dos esportes tradicionais. “A Milene é referência na ginástica rítmica e a equipe dela foi a primeira federada da Baixada Fluminense. Com isso, conseguimos obter muitos resultados positivos em campeonatos. Como não é um esporte muito popular, mostramos que não somos uma secretaria tradicional, queremos oferecer algo mais”, afirma ele.

As aulas na Vila Olímpica de Nova Iguaçu são gratuitas. Para se inscrever, o interessado deve procurar a secretaria que funciona no local. A Vila fica na Rua Luis de Lima, nº 288, no Centro de Nova Iguaçu e funciona de segunda a sexta-feira, das 6h às 22h, sábado das 6h às 18h e domingo e feriados das 6h às 13h. Mais informações podem ser obtidas pela internet (http://www.novaiguacu.rj.gov.br/semel/atividades-esportivas/).

Ginástica Rítmica ganha cada vez mais espaço em Nova Iguaçu 11

Comentários

Publicidade