Nova Iguaçu Online
Notícias de Nova Iguaçu todo dia
Últimas Notícias De

Comendador Soares

Considerado importante colégio eleitoral, o bairro É também conhecido como Morro Agudo, seu nome anterior. É o bairro da escola de samba Imperial e dos clubes Morro Agudo Futebol Clube, Vasquinho, da Igreja Presbiteriana de Comendador Soares, além do Instituto Enraizados, organização de hip hop idealizada pelo rapper Dudu de Morro Agudo e premiada internacionalmente

É considerada a capital da Terceira Unidade Regional de Governo. É próximo ao centro de Nova Iguaçu e possui estação ferroviária, além de ser cortado pela BR-116 ( Rodovia Presidente Dutra).

Existem três estradas principais que ligam Comendador Soares ao Centro de Nova Iguaçu, são elas: Av. Tancredo Neves (antiga Guadalajara), a Avenida Bernardino de Mello e a Avenida Abílio Augusto Távora.

O comércio local vem se expandindo e já podem ser encontradas redes de supermercados, farmácias e lojas de roupas. A noite do bairro costuma ser agitada às sexta e sábados. Existe ainda música ao vivo em alguns botequins. Algumas pizzarias oferecem ótima gastronomia.

História

A região era inicialmente a Fazenda Japeaçaba, de propriedade do Conde de Iguaçu, e que sofreu sucessivos desmembramentos, após a morte de seu proprietário, no ano de 1881. Após isto, passou a receber o nome de Bonfim de Riachão, e posteriormente, Morro Agudo, em homenagem à Fazenda Morro Agudo, de propriedade do comendador Francisco José Soares, apontada, no segundo reinado, como uma propriedade rural modelo, dentro da então província do Rio de Janeiro.

Francisco Luiz Soares morreu em 24 de agosto de 1916, e em testamento, doou suas fazendas à Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro. À época, apesar de possuir boas estradas ligando às demais regiões iguaçuanas, a localidade, encravada na propriedade da Santa Casa, não apresentava progresso. Entre as estradas estavam a Estrada de Morro Agudo, também chamada de Estrada de Austin ou Estrada de Riachão, reformada em 1931; Estrada Morro Agudo-Santa Rita, remodelada em 1932; e a Estrada Morro Agudo-Cabuçu, aberta em 1933 e neste ano retificada a Morro Agudo-Nova Iguaçu).

Finalmente com a venda das terras promovida pela Casa de Misericórdia, Morro Agudo passou a progredir rapidamente, com a criação de inúmeros loteamentos.

Posteriormente, a companhia ferroviária chegou a retornar ao nome Japeaçaba, mas a população, em protesto, arrancava as placas, o que forçou a companhia a manter na estação ferroviária o nome Morro Agudo. Anos depois, a central, e também a Câmara Municipal, denominaram a localidade de Comendador Soares, mas o nome Morro Agudo até hoje é mais popular.

As melhorias urbanas relevantes iniciaram-se no ano de 1931, quando foi aberta a Rua Tomás Fonseca, ligando até a estação de trem. Em 1951 e 1952 foram pavimentadas esta rua e a Praça da Matriz pela Rua Marechal Floriano Peixoto.

Delimitação

Começa no ponto de encontro da BR116 – Rodovia Presidente Dutra com a Rua Luiz Silva. O limite segue pela Rua Luiz Silva (incluída) até a Rua Honório Pimenta, segue por esta (excluída) até a Rua Marecil Rodrigues de Souza (antiga Av. Los Angeles), segue por esta (excluída) até o Rio Botas, segue pelo leito deste rio, à montante, até o prolongamento mais à Oeste da Estr. das Cumbucas, segue por esta (excluída) até a Rua Carlos Gomes, segue por esta (incluída) até a Rua dos Quartéis, segue por esta (incluída) até a Rua Kílvio Santos, segue por esta e por seu prolongamento (excluída) até o Ramal Ferroviário de Passageiros da Supervia, segue pelo eixo deste ramal até a BR116 – Rodovia Presidente Dutra, segue pelo eixo desta Rodovia, até o ponto inicial desta descrição.

Há ainda um sub-bairro chamado Ouro Preto, que não é reconhecido oficialmente na legislação atual.

Também fazem parte da Terceira Unidade Regional de Governo os seguintes bairros:

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Nós garantimos que está tudo certo com isso, mas você pode não desejar isso. Aceitar Saiba Mais